Trilogia A Seleção – não tem como não se apaixonar!

Imagem: Reprodução

Imagem: Reprodução

Acabo de terminar “A Escolha”, o terceiro livro da série “A Seleção”. E nos últimos tempos, a história da protagonista America Singer é uma de minhas favoritas.

Quando li primeiro livro, “A Seleção” , o segundo ainda não havia sido lançado. E eu contei os dias para poder ler “A Elite”. Este ano, em maio, foi lançado “A Escolha” e eu demorei um pouco para encaixá-lo na minha fila de leituras.

Meu Deus, o final da Seleção não podia ter sido melhor. E agora aguardo ansiosamente o lançamento dos novos contos da história, que não é mais uma trilogia. “A Rainha” será lançado ainda em dezembro deste ano, e “O Herdeiro” só em 2015. Além, é claro dos contos já publicados, que eu ainda não li, “O Príncipe” e “O Guarda”.

Pra quem não conhece a série, A Seleção conta a história de America Singer. Num futuro, depois de uma terceira guerra mundial, os Estados Unidos da America viram uma monarquia chamada Illéa.

O príncipe Maxon está em idade de se casar. E, como de costume, é realizada uma seleção. Garotas de toda Illéa se inscrevem e 35 são selecionadas para viver no castelo, para que então o príncipe possa escolher sua esposa.

Detalhe da trilogia na minha estante

Detalhe da trilogia na minha estante

No segundo Livro, “A Elite”,  apenas 6 meninas continuam na disputa. América e o Maxon estão cada vez mais próximos, porém ela ainda está dividida entre o príncipe e Aspen, seu antigo namorado que agora é um guarda no palácio.

Em “A Escolha” é quando a tão esperada decisão do príncipe é tomada. Com uma surpresa atrás da outra, Kiera Cass, autora do best-seller, faz você simplesmente devorar o livro. O final foi do jeito que eu torcia, mas não do jeito que eu esperava. E eu amei me surpreender com tantas coisas. Me apaixonei por personagens que odiava e me emocionei com várias cenas…

Trilogia a seleçãoA Kiera esteve aqui no Brasil na última Bienal de São Paulo, e deu uma passadinha aqui no Rio também, uma pena eu não ter podido estar lá… Todos os livros da série, inclusive os contos, foram e serão publicados pela Editora Seguinte, o selo de literatura jovem da Companhia das Letras.

A série é maravilhosa e eu mal posso esperar para ler os contos!

Bruna Paiva

PRE-CI-SO assistir a Katy Perry e John Legend no Rock in Rio 2015!

rock-in-rio-2015

Imagem: Reprodução

Já foram anunciadas as primeiras atrações do Rock In Rio 2015! Katy Perry e John Legend farão parte do festival. E eu preciso estar lá desta vez!

katy-perry-2014-4

Imagem: Reprodução

Eu nunca tive a oportunidade de ir a um Rock In Rio. Queria muuito ter ido nos últimos, principalmente o de 2011, mas os ingressos estavam caros demais e esgotaram rápido demais também… Lembro-me de filas quilométricas para conseguir uma senha para tentar comprar um ingresso.

Fiquei super feliz em saber que a Katy  vem novamente. Em 2011 ela também se apresentou no evento. Eu simplesmente amo as músicas e o jeito dela. Acho uma artista maravilhosa. E fiquei decepcionada de não poder assistir ao show. Vi pela televisão cantando e pulando loucamente, mas vai, não é a mesma coisa do que ver lá, ao vivo né…

John+Legend1

Imagem: Reprodução

O John Legend eu não conheço direito. Pra falar a verdade só conheço uma música, All of Me, e acho linda. Provavelmente o show dele também vai ser bem legal.

Dessa vez eu preciso ir. Quero muito ter a sensação de “eu fui no Rock In Rio”, e é claro poder usar uma camisa assim… E, se as primeiras atrações já são maravilhosas, imaginem o que mais vem por aí, né?

O festival vai rolar aqui no RJ nos dias 18, 19, 20, 24, 25, 26 e 27 de setembro de 2015. E espero poder estar em pelo menos um desses 7 dias…

Bruna Paiva

Para sempre no meu pensamento – Um ano sem você…

P1160532

Eu, no colo da minha mãe, ao lado do meu primo

Há exatamente um ano, eu recebi uma das piores notícias da minha vida. E, pela primeira vez, senti uma pancada tão forte com esse tipo de acontecimento. Eram seis horas da manhã quando me disseram que você tinha ido embora, pra sempre.

Juro que não acreditei num primeiro momento. Mas quando vi o desespero da minha mãe, percebi que não era um pesadelo. Eu nunca mais ia te ver ou ouvir sua voz.

Agora, isso já faz um ano. E, na última semana, vi uma homenagem em que diziam que você morreu para se tornar Herói. Sinceramente? Já temos heróis demais nos cinemas e quadrinhos. Eu não queria mais um herói morto, só queria você aqui.

Eles dizem se lembrar de cada operação sua, de como você era bom no que fazia e comprometido em cada batalha. Mas quer saber do que eu lembro?

Eu me lembro de quando você me levava pra tomar sorvete. Lembro de quando você me pegava no colo e me virava de cabeça pra baixo. Lembro de andar de bicicleta com você, de toda a atenção que você sempre me deu. Lembro das piadas, dos almoços em família e do ano novo que a gente passou junto e você comprou espumante sem álcool para eu poder brindar também.

Me lembro de chegar na sua cidade de madrugada e você estar na rodoviária esperando com um sorriso gigante no rosto. Lembro de jogarmos jogos de tabuleiro e lembro que foi você que me ensinou a jogar Jenga. Lembro do seu casamento, de como você estava feliz…

Eu lembro da última vez em que te vi. E me arrependo de ter sido tão idiota lá pelos meus 13 anos. É uma fase em que a gente resolve bancar o rebelde e acha que ninguém mais é interessante. Meu Deus, como eu me arrependo. Ah, se naquela época eu soubesse que nunca mais ia te ver…

Lembro de tanta coisa boa que passei com você… Enquanto para eles você era o “PAIVA”, pra mim você era só o Fábio. Ou tio Fábio, como eu te chamei muito, mesmo não sendo esse nosso grau de parentesco.

E, primo, que falta danada você tem feito por aqui, hein?

Há um ano, com a dor da perda bem recente aqui dentro de mim, eu escrevi o texto “Para Sempre No Meu Pensamento”, falando sobre a morte. E, como esse texto foi apagado junto com o antigo blog, achei que era uma boa forma de prestar uma homenagem repostando ele aqui. É impressionante como, mesmo depois de 365 dias, cada palavra ainda reflete a dor de não poder mais te ver…

 

 

 

Para Sempre No Meu Pensamento

fabio

Eu, meu irmão e meu primo.

 

Não consigo me decidir se é a vida que nos ensina a lidar com a morte ou se a morte nos ensina a lidar com a vida. A verdade é que nunca aprendi a lidar bem com esse encontro da vida e a morte.

Às vezes eu tenho certeza de que a vida e a morte gostam de brincar conosco, como se fossemos pequenas marionetes. Elas brincam com nossos sentimentos e nos tiram as coisas e pessoas de uma hora para a outra, sem aviso prévio.

Me pergunto qual seria o motivo de fazerem isso, por que levar as pessoas que não merecem ser levadas? Não que eu me ache no direito de decidir sobre o merecimento à vida de qualquer ser humano, mas… Se ao menos nos pedisse permissão, se pelo menos perguntasse antes…

Mas há um motivo para ela não pedir. Se a morte pedisse permissão para levar alguém amado, quem deixaria? Ninguém permitiria que alguém querido fosse levado. Então ela simplesmente os leva. Ela vem e tira de nós aqueles a quem mais amamos sem dizer nada.

Não sei se ela se importa com o que deixa pra trás quando leva alguém, parece que não. À morte, não importa se uma mãe, uma esposa ou toda uma família vai sofrer. Ela não se importa nem um pouco, é cruel. Sei que pode parecer egoísta, mas quem mais se importa com a morte somos nós. Aqueles que continuam vivos para lembrar e sofrer pela perda de nossos amados.

A morte de alguém querido trás uma dor imensurável. A dor da perda é pior que qualquer dor física. Ela te deixa com um vazio, como se uma parte de você se desintegrasse. A dor de ter de aceitar que nunca mais vai rever essa pessoa, ouvir sua voz, é inexplicável.

E aí começam as lembranças. Você lembra da última vez que a viu e depois começa a reviver todos os outros momentos em que esteve com essa pessoa.  As lágrimas da dor de perder alguém amado foram as únicas que eu nunca consegui segurar.

Quando se está de luto por alguém que se ama, a única coisa que você quer é se trancar no seu mundo e chorar de saudades. E é aí que a vida mais uma vez resolve brincar conosco. Porque não é permitido se trancar no seu mundinho. A vida faz questão de te obrigar a sair dele e perceber que uma parcela pequena de pessoas sofre junto com você, enquanto o resto do mundo continua vivendo normalmente mesmo quando o seu mundo está caindo.

Quando a gente percebe isso, dá raiva, dá vontade de gritar com o resto do mundo, mas você não pode. Porque o resto do mundo não tem culpa do seu luto. E porque, quando a morte vem, não há mais nada que se possa fazer a não ser manter quem você ama para sempre no seu pensamento.

Saudades Eternas,

Bruna Paiva

 

E agora, onde vamos trancar o nosso amor?

Imagem: Reprodução

Imagem: Reprodução

Recentemente li uma notícia que me deixou meio decepcionada. Um projeto de lei em Paris frustrou um pouco um sonho que os filmes românticos colocaram na minha cabeça: trancar o amor verdadeiro com um cadeado na famosa Pont dês Arts, ao lado do Museu do Louvre.

Sempre sonhei e planejei que, quando encontrasse o homem da minha vida, trancaríamos o nosso amor para sempre num cadeado naquela ponte, para depois jogar a chave no fundo do Rio Sena. Lindo e bem cena de filme, né? Mas parece que essa tradição não tem sido tão bem vista pelas autoridades locais.

A verdade é que tanto amor acaba ficando pesado demais. Os amantes vêm de toda parte do mundo. E a estrutura dessa e de outras pontes, que também recebem as provas de amor pela cidade, não pode suportar o peso de tantos cadeados. De tempos em tempos a prefeitura precisa retirar alguns para as pontes não cederem.

Em agosto, foi lançada pelo governo de Paris a campanha “Love Without Locks” ( Amor Sem Cadeados). A ação propõe que os casais apaixonados tirem selfies na ponte e eternizem seu amor nas redes sociais usando a Hashtag da campanha.

Pontdesarts

Imagem: Reprodução

Mas sinceramente? Não gostei dessa campanha não. Acho essa tradição de trancar o amor tão linda… E, nesse caso, a tecnologia não tem o mesmo charme da tradição analógica… É claro que entendo a posição da prefeitura. Até porque, se a ponte caísse, todo o amor iria junto pro fundo do rio, né? Mas acho que poderiam dar outra solução.

Podiam criar um lugar tão romântico como a Pont dês Arts, mas em terra firme. Então os casais seriam convidados a trancar seus cadeados nesse espaço, que teria grades formando uma espécie de “Mural do Amor”… Fica a dica aí para a prefeita de Paris, hein… hahaha

Não proíbam os cadeados do amor. Tentem outras soluções, mas não privem os apaixonados dessa linda tradição. E, principalmente, não estraguem o sonho detsa adolescente, incrivelmente clichê, que vos fala. Eu não encontrei ainda a minha alma gêmea, o amor da minha vida, mas quando encontrar, espero que ainda possamos trancar o nosso amor às margens do Rio Sena…

Bruna Paiva

 

Siga @ADemaisblog  no Twitter

Curta a fanpage do Adolescente Demais no Facebook

Não se Apega, Não – o livro da Isabela Freitas mexeu comigo

Imagem: Reprodução

Imagem: Reprodução

Quem lê o título do livro “Não se Apega, Não” sem saber do que se trata, pode ficar tentando a achá-lo fútil. Deve ser um livro de auto-ajuda mandando as garotas saírem por aí pegando geral. Se você pensa assim, vai se surpreender.

Digo isso porque foi exatamente o que eu pensei quando vi o livro da Isabela Freitas. Mesmo já conhecendo o blog da Isabela, fiquei com o pé atrás e, confesso, um certo preconceito. Mesmo assim, decidi levar o “Não se Apega, Não” para ver qual era a do livro.

Caramba. É óbvio que quebrei a cara e o livro não era nada do que eu pensava. A Isabela mistura romance e auto-ajuda, ficção e realidade… E, com sinceridade, acho que toda garota que já sofreu uma decepção amorosa devia ler esse livro.

No quarto capítulo eu já estava refletindo sobre váaarias coisas da minha vida. Até postei um texto aqui inspirada por ele. O livro conta várias passagens da vida amorosa de Isabela. E tudo começa depois que ela termina um namoro de dois anos.

A protagonista tem que reaprender como é ser solteira e resolve desapegar dessa paranóia de ter que encontrar alguém. Ninguém “tem que” nada. Desapegar não é sair por aí pegando geral e beijando a primeira boca que vir pela frente. É deixar pra lá tudo o que te faz mal, sabe? Não se importar com o que os outros vão dizer…

O que a Isabela, que também é blogueira, prega no livro é que não devemos sair por aí feito loucos procurando o amor em cada cantinho. Ele vem para os desavisados, os que não estão o esperando. E eu concordo com ela. Não adianta nada achar que você “tem que” arrumar um namorado.

Já passei por isso de querer ter alguém do meu lado e dizer “eu preciso de um namorado”. E na real? Não, não preciso. Ninguém precisa. O amor não pode ser uma coisa que você sai caçando como em um Jogos Vorazes da vida real…

O “Não se Apega, Não” foi publicado pela Intrínseca, que parece começar a dar mais atenção a nós blogueiras (uhul). O livro é muito bom e realmente valeu a pena passar por cima do meu preconceito inicial…

Bruna Paiva

 

Siga @ADemaisblog  no Twitter

Curta a fanpage do Adolescente Demais no Facebook

Lili, a Ex – a nova série da GNT que com certeza vai ser demais!

Imagem: Reprodução

Imagem: Reprodução

Lembram da Maria Casadevall? A Patrícia de Amor a Vida? Então, ela vai estrear como protagonista na nova série da GNT: Lili, a Ex.

Na série, Maria interpreta Lili, uma mulher que vive perturbando o ex-marido Reginaldo, interpretado por Felipe Rocha, simplesmente por continuar querendo manter o contato.

A nova série terá 13 capítulos e estreia na GNT no dia 24 de setembro, às 22h30.Eu adorei a Maria em Amor à Vida, em 2013, e quando descobri que ela estaria nesse projeto já fiquei ansiosa para assistir.

Achei o tema da série super interessante e o teaser é beeem engraçado. Confira aqui:

Tenho certeza de que a série será demais. E pretendo acompanhá-la, e espero que vocês gostem também!

Beijos

Bruna Paiva

 

Siga @ADemaisblog  no Twitter

Curta a fanpage do Adolescente Demais no Facebook

5 lugares pelo mundo que eu sonho conhecer!

Uma das coisas que mais amo fazer é viajar. Adoro conhecer lugares novos, culturas diferentes... Acho que não existe nada mais enriquecedor do que uma viagem.

Já conheço alguns lugares maravilhosos dentro do Brasil. Mas nunca tive a oportunidade de sair do país. E é claro que, com essa paixão por viagens, eu sonho em conhecer alguns lugares pelo mundo. Decidi compartilhar com vocês 5 dos muitos lugares que ainda quero conhecer por aí…

 

  1. Disney – Orlando
tumblr_mbno0hVtii1qg0oiyo1_1280

Disney- Orlando Imagem: Reprodução

 

Sim, um dos meus maiores sonhos é conhecer o Mickey! O maravilhoso mundo de Walt Disney está no topo de minha lista de desejos. É clichê, eu sei. Mas o que posso fazer se amo aquelas princesas e todos aqueles contos de fadas?!

Acho que quando chegar à Disney minha idade mental vai voltar até os 7 anos e vou brincar como se não houvesse amanhã…

 

     2. Verona

Verona Casa de Julieta

Casa de Julieta em Verona. Imagem: Reprodução

Ahhhh! A cidade do amor, onde está a casa de Julieta Capuleto e toda aquela atmosfera romântica… É ideal para uma viagem à dois, certo? Mas eu já ia ficar bem feliz se fosse sozinha ou entre amigos. Porque é um lugar lindo.

Confesso que, em parte, o que me fez ter tanta vontade de conhecer Verona foi o filme “Cartas Para Julieta”. Desde que assisti, e descobri que a história das secretárias de Julieta é real, me apaixonei pelo lugar e ele logo veio parar na minha lista de destinos…

 

3. Canadá

Niagara_Falls

Niagara Falls em Ontário, Canadá. Imagem: Reprodução

Desde o diário de viagem da Gabbie Fadel, um dos meus maiores sonhos é um intercâmbio no Canadá. Acompanhei todo o diário dela na época e cada dia me apaixonava mais por aquele país.

Quando a Gabbie foi, fez tanta coisa legal e mostrou tantos lugares lindos… Um ao qual eu não poderia deixar de ir é Niagara Falls. Aquele lugar é maravilhosamente impressionante!  Com toda certeza eu ia amar passar um tempo no Canadá e conhecer tudo por lá.

 

4. Londres

Londres

Londres. Imagem: Reprodução

Como boa Potterhead, não poderia deixar Londres de fora da minha wishlist. Além de ser a cidade de Harry e ter vááários pontos que remetem à saga, Londres tem um ar sofisticado que eu particularmente acho lindo.

Toda aquela atmosfera de lugar antigo, os castelos e a própria família real me atraem demais. As cabines telefônicas, os ônibus vermelhos de dois andares, os soldados…  Acho que ia me sentir em uma cena de filme cada vez que saísse do hotel…

 

5. Argentina

 Tango na Argentina. Imagem: Reprodução

Tango na Argentina. Imagem: Reprodução

Conflitos futebolísticos a parte, adoraria conhecer a Argentina. O país é cheio de lugares lindos e acho que seria uma viagem muuito bacana. Além, é claro, de ser a terra do Tango, um dos estilos de dança mais bonitos que existem.

Tenho vontade de conhecer vários países pela América Latina. Mas o primeiro, com certeza, seria o de nossos hermanos…

 

E você? Que lugares sonha em conhecer?

Beijos

Bruna Paiva

 

Siga @ADemaisblog  no Twitter

Curta a fanpage do Adolescente Demais no Facebook

Quem, no fundo, é Bruna Paiva?

1901990_712270282128293_756692284_nAcabo de terminar o quarto capítulo de um livro que tem me feito pensar bastante. O livro é o “Não se Apega, Não” da Isabela Freitas, e provavelmente vai vir parar aqui na seção “Na Estante”. Mas não consegui esperar o fim para escrever inspirada nele. O que acontece é que, dentre os vários questionamentos que este livro tem me causado, um me intrigou muito nesta tarde: quem sou eu?

No fundo, sério, quem é a Bruna?

Sou uma garota de 16 anos que não se considera nem mulher nem menina, talvez um pouco adolescente demais. Que não anseia nem um pouco por completar 17 porque acha uma idade sem graça, sem sal. Meio insegura e durona, talvez fria ou grossa demais e ao mesmo tempo sensível e frágil.

Sou uma garota que morre de medo de ficar sozinha em casa à noite. Que dorme agarrada num ursinho chamado Charlie Brown, isso mesmo, em homenagem à banda. Que sonha acordada antes de pegar no sono e quando está no chuveiro. Sou uma menina que cada vez que está de frente com algum de seus ídolos volta a ter 11 anos de idade e chora como se não houvesse amanhã.

Uma menina que, assim como a personagem do livro, gosta de acreditar no melhor das pessoas. E que já se ferrou bastante por causa disso. Alguém que já sofreu com amores e desamores, amizades e desamizades… E que, por mais que seja avisada, só consegue aprender com os próprios erros, vendo o próprio sangue derramado.

Sou blogueira. Aprendi a amar o meu blog e ter certeza de que ele é um dos meus projetos de vida. Uma garota que ama contar histórias e que, sim, sonha em ser uma grande escritora. Sou uma bailarina que se esforçou muito para passar por alguns obstáculos e que ainda pretende passar por muitos outros. Gosto de sonhar alto e acredito nos meus ideais.

Sou uma menina que não arrisca entrar com o pé esquerdo em lugar nenhum. E que não tira um pingente de olho grego do pescoço por nada nesse mundo. Passar em baixo de escada? Nem pensar. No Ano Novo, pulo 7 ondas e me visto de branco. Superstição? Pode até ser, mas não gosto de dar chance pro azar.

Uma garota que se derrete de tanto chorar assistindo às comédias românticas. Que não assiste nem lê nada de terror de maneira alguma, caso contrário, o medo de ficar sozinha de noite só aumenta.

Sou uma garota que deveria estar estudando para a próxima prova de História à essa hora, mas que não conseguiu se concentrar em D. Pedro com toda essa questão pairando na cabeça.

Tenho sonhos e metas que traço para minha vida. Só consigo me desestressar escrevendo ou dançando. Tenho mania de deixar tudo acumulado dentro do peito e um dia explodir por alguma coisa idiota. Uma adolescente que como muitas outras queria mudar o cabelo, mas ao mesmo tempo gosta dele natural…

A Bruna é uma garota que não é cercada de milhares de amigos, mas os que têm são os melhores do mundo. Ela adora ter amigos meninos e se diverte com as besteiras que eles falam. Defende que a amizade entre sexos opostos é possível sim, e é uma das melhores.

Uma garota que prefere Twitter a Facebook, Qualy a manteiga e amendoim a castanhas. Que devora em horas um pacote de pão de forma completamente puro. Que ama usar batom vermelho, mas não arrisca nada além do nude para ir pra escola.

Uma aluna que pira com cada nota baixa mesmo que ela não signifique nada além de falta de atenção ou dificuldade em determinada matéria. Sou alguém que tem paixão pela leitura e a quem ela acabou trazendo até este texto.

Sou uma menina, uma mulher, uma blogueira, uma aluna, uma bailarina, uma sonhadora e, na real, tudo o que eu quiser ser… Não sei se essa que descrevi ainda serei eu daqui a uns cinco ou dez anos, mas acho que, por hora, consegui responder a essa questão que cismava em voar aqui dentro da minha cabeça.

Talvez agora eu devesse parar de pensar nisso e voltar para as aventuras de D. Pedro. Porque, sinceramente, não acho provável que minha professora me pergunte quem, no fundo, é Bruna Paiva…

 

Bruna Paiva

 

Siga @ADemaisblog  no Twitter

Curta a fanpage do Adolescente Demais no Facebook

Garimpando na Blogosfera – Dez posts que chamaram nossa atenção

Imagem: Reprodução

Imagem: Reprodução

Oii gente! Hoje vim para indicar e comentar alguns  links bem legais que eu encontrei nas últimas semanas. Além dos blogs que eu acompanho também gosto muito de pesquisar gente nova na blogosfera. Decidi compartilhar os 10 posts que eu mais gostei em alguns desses blogs. Todos eles são bem interessantes. Espero que vocês também gostem, mandem comentários  e ajudem a divulgá-los!

1 – DIÁRIO DE UMA ADOLESCENTE – “Querido Blog…” – Nesse texto a querida blogueira Daniela Nogueira, de Portugal, escreve uma carta a seu próprio blog, uma verdadeira declaração de agradecimento por tudo que passaram juntos. E no final ela ainda lança um desafio para outra blogueiras. Dani, A-D-O-R-E-I a ideia e vou tentar entrar na brincadeira haha. http://goo.gl/Qj34Wm

2 – CANTINHO DO NUNCA – “Se ela Soubesse…” – Linda declaração de amor de um homem para sua amada, em um blog bem recente que descobri em minhas pesquisas. Marina de Lamonica, parabéns e continue com os textos! http://goo.gl/hLtcEg

3 – OBSERVATÓRIO FEMININO – “Intercâmbio no Exterior” – Excelentes dicas postadas pelo OF sobre possibilidades de intercâmbio para os mais diversos orçamentos. Um beijo para as observadoras, em especial para a amiga Talita Correa http://goo.gl/37BSiB

4 – NO MATTER WHAT – “Permita-se…” – Nesse texto a gaúcha Lerissa Kunzler usa um discurso que eu gosto muito. O de que devemos aproveitar a vida e nos preocupar menos com problemas pequenos. http://goo.gl/r7uoTj

5 – MIRAGEM REAL -“O quase não é mais suficiente” – O texto forte da minha conterrânea Maria Carolina Araújo conta a história de uma mulher cansada de aventuras superficiais, de meias histórias, meias verdades, meias felicidades…AMEI  http://goo.gl/sZ1i4q

6 – COISAS FÚTEIS – “Onde Encontrar Fotos Legais para Posts” – Apesar do nome, o blog da querida Estefanie Ribeiro tem muuuita coisa útil e bacana. Como essa bela dica para blogueiras ilustrarem seus posts. http://goo.gl/VTbGGc

7 – CHÁ DE CALMILA - “Frases que todo blogueiro escuta” – Acredito que assim como eu, muitos blogueiros vão se identificar com esse post de Camila Lacerda. Um beijo para a turma do Mato Grosso do Sul. http://goo.gl/AnUqsc

8 – O ESTRANHO MUNDO DE THAYS – “Marcas” – Aqui a mineira Thays Martins, que também pertence ao clã dos Paiva (Hahah), faz uma declaração visceral de amor aos livros.  http://goo.gl/F5P0EI

9 – QUASE DE MANHÃ – “O que eu salvaria se minha casa estivesse pegando fogo” – Achei o texto da Isa interessante porque provavelmente minha lista seria bem parecida…http://goo.gl/HlKkgd

10 – SCRIPTURIENT – “Rabiscar palavras” – S. M. Adelino em uma emocionante declaração de amor à arte de escrever.http://goo.gl/L6v9X

 

Bruna Paiva

 

Siga @ADemaisblog  no Twitter

Curta a fanpage do Adolescente Demais no Facebook

Boas novidades para a terceira temporada do The Voice Brasil!

Imagem: Reprodução

Imagem: Reprodução

Oii gentee! Como vocês estão? Bom, eu estou super ansiosa. Com o que? Nessa semana volta ao ar, em sua terceira temporada, meu Reality Show brasileiro preferido: The Voice Brasil!

No ano passado eu acompanhei todos os episódios do programa. E torci loucamente por meu candidato favorito, o Sam Alves, que inclusive foi o vencedor da segunda edição! Minha paixão por música e por descobrir novos talentos faz com que eu seja completamente viciada no Reality.

A terceira temporada estreia nesta quinta feira, dia 18/09, e eu é claro não vou perder. Pesquisei e descobri que o programa sofreu algumas alterações. Na teoria gostei das mudanças, acho que na prática pode dar muito certo…

O time de Jurados continua o mesmo: Cláudia Leitte, Lulu Santos, Daniel e Carlinhos Brown. Mas, dessa vez, alguns dos assistentes que entram na segunda fase mudaram. Di Ferrero, do Nx Zero, e Dudu nobre entraram para os times de Cláudia e Lulu, respectivamente.

O apresentador Thiago Leifert nessa terceira temporada será acompanhado pela atriz Fernanda Souza. E o The Voice terá programas exclusivos na web!

E tem mais! Agora vai existir uma “Segunda Chance”, onde ex-participantes que não passaram nas audições às cegas dos anos anteriores poderão tentar mais uma vez. Ah, esse ano os candidatos podem ser menores de idade. A idade mínima para participação é 16, e não 18 como nas temporadas anteriores.

Estou muito, muito ansiosa para a estreia do The Voice Brasil. Amo o programa e tenho certeza de que, com todas as novidades, vai ser ainda melhor que os anteriores!

Bruna Paiva

Siga @ADemaisblog  no Twitter

Curta a fanpage do Adolescente Demais no Facebook