Adeus amor, pra mim já deu!

escrevendo-cartaOi, sei que deveria fazer isso pessoalmente, mas você sabe que eu sempre me expressei melhor escrevendo. Falar não é muito a minha praia. Você me conhece bem.

Quando estiver lendo esta carta eu pretendo já estar bem longe. De preferência onde você não possa me encontrar. Creio que a nossa relação foi tão transtornada para você quanto foi para mim.

Deve ter percebido que usei o passado para falar da nossa relação. É. Foi de propósito. Acabou, ok? Não somos mais crianças, e eu não aturo mais o que aturava quando éramos.

Todas as dificuldades que você criava entre nós, seus ciúmes excessivos e sua obsessão por mim desgastaram aquilo que construímos. Ei, você sabe que é verdade. Não se faça de santo. Até porque, esse é o adjetivo que menos se adequa a você.

Quero ter direito a ter os meus amigos homens. Falar com eles e abraçá-los na hora que eu bem entender. Cansei dos seus ataques de histeria a cada “oi” masculino que eu recebia. E se te interessa, vou tirar meus shorts e saias curtas do fundo da gaveta. Não vou ter mais você para controlar o que visto.

Já voltei a usar o batom vermelho e chamativo que você me proibia. E meus olhos estão bem marcados do jeito que você não me deixava usar. Meu piercing está de volta ao nariz. E meu cabelo? Estou indo fazer aquele corte lindo que você, careta, sempre achou ridículo.

Estou sendo sincera, botando as cartas na mesa. Não dá mais pra mim. Eu não consigo mais abdicar de tudo o que gosto e sou por você. Eu nem te amo tanto assim para viver do seu jeito, ouvir suas músicas e ser como você. De agora em diante você não vai mais fuxicar minhas mensagens e cada passo que eu dou nas redes sociais.

E por favor, não me procure mais. Não procure saber por onde estou. Deixe-me viver minha vida, seja sozinha ou com outro alguém. E quer saber? Viva a sua também. Arranje outra pessoa, alguém que não se incomode com seus defeitos. Alguém que, quem sabe, até goste deles. Que não se importe com você controlando cada segundo da vida dela.

Esse alguém só não pode ser eu, ta bom? Porque eu não te aguento mais. Como você mesmo dizia, pra mim já deu.

Adeus para sempre.

Do seu ex-amor.

Bruna Paiva

Anúncios

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s