Fui arrastada pela febre do álbum da Copa do Mundo

figurinhasdacopa

Filha, se arruma que a gente está indo pro shopping.

Fazer o que no shopping?

Seu irmão quer trocar figurinha.

Sim, o que você leu acima é sério. A um mês da copa, a febre do momento é o álbum de figurinhas da mesma. E quando eu digo febre quero dizer que 90 por cento das pessoas em volta de mim estão colecionando. Até briga por figurinha repetida eu já vi.

Na copa de 2010 aconteceu a mesma coisa. Só que agora sinceramente está me irritando. Por que? Porque virou o programa dos meus fins de semana. Meu irmão , de 11 anos, resolveu que o legal de colecionar um álbum que todo mundo também tem é trocar figurinhas com estranhos no meio da rua.

Imagina um shopping com uma multidão num canto. Não é muito difícil, né? Agora imagina essa multidão unida por um propósito. Protesto? Promoção? Não, o álbum da Copa. Exato. As pessoas vão para as ruas trocar figurinhas repetidas com gente que elas nem conhecem. E meu irmão tá no meio disso. E pior que eu sou arrastada pra essa furada.

Meu consolo é que não sou a única. Já cansei de ver namoradas, esposas e filhas entediadas enquanto os homens brincam de trocar cartas com a cara de outros homens. E não, não são só as crianças e adolescentes até 20 anos. As crianças maiores de 30 também estão colecionando…

Aliás, é um momento em que dá pra ver meninos de 10, 11 anos brincando de igual pra igual com gente de 30, 40, pra não citar os mais velhos que isso. Ah, e é claro que não tem só homem na brincadeira né, as coitadas das mães se metem também. Fora a pequena parcela de meninas que resolveram colecionar o álbum.

A febre é tanta, que meus amigos, quando vêem meu irmão simplesmente me abandonam e vão brincar de figurinhas com o pirralho. Até meu pai outro dia saiu com as figurinhas da criança para trocar com os colegas no trabalho.

Têm gente que diz que está colecionando o álbum para o filho bebê, ou o filho que nem nasceu ainda. Juro que já vi pai com filho no colo só pra justificar a brincadeira. Inclusive, na maior parte desses casos, a criança não está nem um pouco interessada na troca de figurinhas. Se duvidar, o pobrezinho tá ali tão obrigado quanto eu…

Não que eu tenha algo contra vocês, mas qual é a graça? Eu brincava de trocar figurinha também. Mas até os 10 anos e com gente que eu conhecia… Sinceramente não vejo mais muita graça pra gastar dinheiro com essas coisas. Se ainda fossem 650 caras bonitos no álbum… Mas se 20 por cento dão pro gasto já é muito, viu?

Bruna Paiva

 

Anúncios

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s