Um Diário para Alice em nova fase

DiarioparaAlice-cabeça

Abro esse post dividindo com vocês o orgulho de ver “Um Diário para Alice” emocionando um número cada vez maior de leitores no Wattpad, uma rede social onde leitores e escritores interagem postando e-books, votando em capítulos e comentando as histórias. O romance, que foi lançado aqui no blog no fim do ano passado, agora segue seu curso em uma nova etapa.

Para comemorar, além de convidar vocês a darem uma olhada, votarem e deixarem seus comentários por lá no Wattpad, vou contar um pouco dos bastidores da produção dessa aventura, da qual participei ativamente como fã, produtor, editor e divulgador…

Revista

http://oglobo.globo.com/rio/bairros/adolescente-lanca-romance-que-mistura-capitulos-escritos-videos-em-seu-blog-14670636

UM POUCO DOS BASTIDORES:

Desde que começou a escrever e a me surpreender com o sentimento que coloca em seus textos, estabelecemos uma relação quase profissional aqui no Adolescente Demais. Ela escreve e eu faço a leitura crítica antes da publicação.  Faço uma avaliação sincera e às vezes dou sugestões. Ela me ouve, mas nem sempre me escuta. Tem personalidade forte e costuma defender suas idéias com coragem e uma boa dose de teimosia. Tô falando da Bruna Paiva, dona deste blog, autora de “Um Diário para Alice” e minha filha.

Não foi diferente quando acabamos atropelados por “Um Diário para Alice”.  Digo atropelados, porque me sinto um pouco responsável pelo rumo que  esse projeto tomou. Tudo começou quando, em fevereiro de 2014, ela me mostrou um conto. Gostei do que li e resolvi provocá-la perguntando como a história continuava. Ela escreveu mais dois capítulos. Tornei a provocá-la e o conto foi se transformando, ganhando corpo e cedendo lugar a uma trama bem mais complexa. Oito meses depois ela tinha seu primeiro romance em mãos.

Decidimos manter a ideia original de publicar a história no blog, mas queríamos uma fórmula diferente. Algo que fosse além do texto. Que despertasse o interesse inclusive daqueles leitores menos habituais. Em tempos de internet, Facetime, WhatsApp, Skype, Snap… Por que não fazer um diário eletrônico? Esse foi o raciocínio para a construção dos  Diários para Alice. Em vez de escritos, eles seriam gravados de um smartphone e entremeados entre um capítulo e outro da história.

A ideia parecia boa, mas para  funcionar teríamos que encontrar uma atriz com o perfil certo e disposta a aceitar  condições pouco confortáveis. Ela teria que interpretar ao mesmo tempo em que gravava a si própria com um celular em punho. Enquanto interpretava e se filmava,  ela ainda precisaria seguir algumas indicações de enquadramento e de movimentos de câmera. Para ficar mais natural, não haveria cortes. Os vídeos seriam curtos, mas gravados em uma única tomada. Por aí vcs podem imaginar o grau de dificuldade…

Contamos com a ajuda do ator Pedro Alves, primo da Bruna, para a seleção do elenco. E com a ajuda dele tivemos a sorte de encontrar a talentosa atriz Bruna Villela,  que gostou da história e corajosamente topou encarar o desafio. No primeiro encontro das Brunas, autora e atriz se entrosaram bem. Depois se encontraram novamente para leitura dos textos, para conversar sobre os perfis das personagens, sobre o figurino e acessórios que a protagonista Bianca usaria.

Testamos a forma como os vídeos seriam gravados, o enquadramento, a entonação e alguns movimentos de câmera. Mas a verdade é que estávamos apostando em uma fórmula que não sabíamos ao certo se funcionaria. O teste final foi a gravação do primeiro vídeo, o Diário Nº 2 (sim gravamos o Nº 2 antes do Nº 1), no aeroporto. Bruna, nossa atriz, já chegou como Bianca, com tranças nos cabelos, olhos bem delineados e o ar tenso de quem estava deixando uma vida para trás.

Bruna, nossa autora, chegou de coque, depois de um dia cheio, que começou às 7h da manhã com a escola. Emendou, das 14h às 18h ,  em quatro horas de aula de dança, para encerrar com mais duas duas horas e meia de curso de Espanhol. Às 21h resgatei o que sobrara da minha filha escritora na porta do curso de idiomas e partimos para nossa primeira locação. Ao contrário do que se pode imaginar, a euforia afastava qualquer vestígio de cansaço. Nos encontramos todos no aeroporto às 22h de terça-feira, dia 2 de setembro. Eu, as Brunas e Pedro.

Após uma rápida preleção nossa Bianca fez uma primeira gravação para passar o texto. Esqueceu o final e aumentou o nosso grau de ansiedade. Era o primeiro Diário, em um aeroporto com gente circulando, funcionários parando para ver o que se passava e a pressão do relógio. Não havíamos pedido autorização para gravar ali dentro e a qualquer momento a segurança poderia encrencar. Repassamos o texto com ela e, percebendo nosso nervosismo, ela, justo ela que era a mais pressionada naquela situação, sorriu e pediu que relaxássemos pois “estava tudo sob controle”.

E foi o que fizemos. Deixamos acontecer e nossa Bianca nasceu. O vídeo ficou ótimo e ainda aproveitamos um mega ventilador do aeroporto para dar o efeito do cabelo voando no fim da gravação. Belo Improviso da nossa super atriz-câmera-woman que caminhou na direção do vento. Quando assistimos ao resultado tivemos a certeza de que estávamos no caminho certo.

MAKING OFF DA GRAVAÇÂO NO AEROPORTO: 

LEIA, COMENTE E AJUDE A DIVULGAR “UM DIÁRIO PARA ALICE” NO WATTPAD

http://www.wattpad.com/story/26082786-um-di%C3%A1rio-para-alice

 

Siga @ADemaisblog  no Twitter

Curta a fanpage do Adolescente Demais no Facebook

Siga @ademaisblog no Instagram

Anúncios

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s