Uma escola de bruxos protegida pelo Cristo Redentor!

armaescarlate copySou fã de Harry Potter desde criancinha. E confesso que, apesar do grande interesse que me causou, comecei a ler “A Arma Escarlate” com certo preconceito. Como quem cresceu acostumada com algo e estranha “imitações”. Resultado? Quebrei a cara como normalmente acontece quando pré-determino uma opinião sobre o que não conheço.

Imitação? Pois eu digo que não. É mais do que claro, e a própria autora afirma isso já na introdução do livro, que a inspiração para a história de Renata Ventura é o mundo criado por J.K. Rowling. Mas em momento nenhum a brasileira tenta se sobrepor à história de Harry.

Muito pelo contrário, a autora trata o mundo bruxo como um universo único. Em várias passagens do livro, traça paralelos ao que ocorre em escolas de bruxaria de outras partes do mundo. “A Arma Escarlate”, publicado pela editora Novo Século, seria, portanto, um retrato da “realidade” do mundo bruxo no Brasil. E acho que a escola de bruxaria com a qual sonhei a vida inteira talvez possa estar mais perto do que eu pensava.

Hugo é um menino negro, pobre e morador da favela do Santa Marta. Aos treze anos, ao mesmo tempo que começa a se envolver com o tráfico de drogas na favela, recebe uma carta que revela que ele é um bruxo. Vendo ali uma oportunidade de mudar de vida e voltar para se vingar de todos os que fizeram ele e sua família sofrer, o menino decide se arriscar. Aceita o desafio de ir para uma escola de bruxaria.

Já na escola, que fica localizada (pasmem!) no morro do Corcovado bem embaixo do Cristo, Hugo faz amigos, sofre decepções e se mete em cada confusão que dá vontade de ir lá brigar com ele. Renata Ventura conseguiu criar em mim uma enorme vontade de conhecer cada um de seus personagens. E confesso que ao terminar de ler já estava caindo de amores por Capí, um dos amigos de Hugo na escola de bruxaria.

Com uma escrita boa que faz a leitura fluir facilmente, a autora carioca mistura a realidade ao mundo bruxo de um jeito genial. A vida nas favelas, o tráfico de drogas e fatos históricos, como a vinda da família Real

Com a fofa da Renata Ventura!

Com a Renata Ventura na Feira De Cultura Literária

para o Brasil, são exemplos de fatores presentes no livro. “A Arma Escarlate” é o primeiro de uma série e eu pre-ci-so ler a continuação. Tive o prazer de conhecer Renata Ventura na Feira de Cultura Literária 2014, onde lancei o Book Trailer de Um Diário Para Alice.

Indico a absolutamente todo mundo que cresceu acreditando nesse mundo bruxo que para nós é completamente real. Garanto que, como eu, vão se surpreender do início ao fim e ansiar por fazer parte desse mundo agora mais perto do que nunca…

Bruna Paiva

Siga @ADemaisblog  no Twitter

Curta a fanpage do Adolescente Demais no Facebook

Siga @ademaisblog no Instagram

Anúncios

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s