10 filmes que mudaram a minha vida

Sabe aquele tipo de filme que mexe com você de um jeito que não dá nem para explicar? Comigo acontece sempre. Alguns filmes realmente fizeram a diferença no meu jeito de ver o mundo. Resolvi fazer uma listinha e contar para vocês 10 filmes que mudaram a minha vida. Aproveitem as férias que estão chegando e assistam, não vão se arrepender! Ah, muitos deles estão disponíveis no Netflix.

  • Ponte para Terabítia

Precisei pausar o filme para recuperar o fôlego depois de tanto chorar. “Ponte para Terabithia” é um filme que passa a impressão de ser destinado a crianças, mas a filosofia por trás da história é profunda demais. O filme fala de amor, amizade e da importância de se dar asas à imaginação. Uma das frases que eu mais amo nele é “Feche os olhos e deixe a mente bem aberta”

 

  • Um Ato de Coragem

Um menino precisa de um transplante de coração urgente. Como as coisas começam a se complicar no hospital e ninguém dá muita atenção para o caso do menino, seu pai toma uma atitude extrema. Ele sequestra uma ala do hospital e diz que só liberará os reféns quando seu filho receber o transplante.

Um filme que, com um enredo original, fala de esperança, faz uma crítica às listas de espera de transplantes de órgãos e, principalmente, retrata o amor incondicional de um pai por seu filho. Ufa! “Um Ato de Coragem” mostra que qualquer um pode cometer loucuras quando não vê outra saída. O filme tira o fôlego e te deixa num dilema terrível quanto a defender ou não o protagonista quando ele começa a passar dos limites. (Tem no Netflix)

 

  • Uma Prova de Amor

Depois de descobrirem que sua filha, aos dois anos de idade, sofre de leucemia, os pais aceitam uma ousada proposta médica: gerar um feto geneticamente programado para ser compatível com a irmã. Onze anos se passam e a filha mais nova já sofreu diversas cirurgias de doação para a irmã. Até que toma uma decisão tão ousada quanto a de seus pais: ela os processa pedindo emancipação médica, para que possa fazer de seu corpo apenas o que quiser.

Prepare-se para chorar do início ao fim. Sem exagero algum, não dá para segurar as lágrimas em nenhum momento dessa história. O espectador entra no dilema dos personagens e não tem como não levantar questões como até onde a ciência deve ir? E qual o limite para salvar alguém? (Tem no Netflix)

 

  • Um Olhar do Paraíso

Uma menina de 14 anos é assassinada brutalmente e ninguém encontra um culpado. Os anos se passam e o espírito dela continua a rondar sua casa e família querendo se vingar do assassino. O impasse da menina que não consegue aceitar a própria morte faz qualquer um pensar melhor antes de reclamar da vida. Não damos valor ao que temos até perdermos. O filme me deixou tão chocada que eu não consegui sequer chorar. A última frase ecoa em minha cabeça até hoje “Meu nome é Suzie Salmon fui assassinada quando tinha 14 anos. Desejo a todos vocês uma vida longa e feliz” (Tem no Netflix)

  • A Gang está em Campo

Já imaginou um time de futebol americano formado por detentos? Bom, esses são os Mustangs. Quando um ex jogador de futebol americano resolve treinar presos para o campeonato estadual, ninguém dá muito crédito. A história é um exemplo de que superação é uma questão de correr atrás de seus objetivos. Não tem como não se emocionar ou não torcer para os Mustangs. Todos podem se recuperar e aprender a ser pessoas melhores, basta que lhes sejam mostrados caminhos diferentes. (Tem no Netflix)

 

  • Um Amor Para Recordar

O pano de fundo é clichê, eu sei. A nerd religiosa e o bad boy do colégio começam a estudar juntos e, subitamente, se apaixonam. Entretanto, tudo muda quando ele descobre que a menina tem uma doença terminal. Uma história de amor que sensibiliza e mostra que, quando se tem amor à vida, não importa quanto tempo ainda lhe resta. Tudo depende da sua vontade de viver o tempo que ainda tem. O namorado, apaixonado, resolve ajudar a menina a aproveitar cada dia como se fosse único. (Tem no Netflix)

 

  • Sete Vidas

Depois de provocar, sem querer, um acidente que levou à morte sete vítimas, um homem decide que precisa salvar sete vidas. A forma com que ele faz isso é extremamente emocionante. O filme fala sobre culpa e, mais uma vez, sobre o valor de uma vida. A coragem do personagem de Will Smith é admirável. (Tem no Netflix)

 

  • A Teoria de Tudo

Já falei desse filme aqui no blog. Um dos maiores merecedores de Oscar dos últimos tempos. Acha sua vida difícil? Conheça a de Stephen Hawken. Uma história de superação que me fez sair do cinema me achando a maior das egoístas por reclamar da minha vida.

  • Vem Dançar

Também já citei esse filme aqui no blog. Superação, preconceito e diferenças sociais são exploradas de forma bonita e cativante. Os excluídos da escola são obrigados a fazer aulas de dança de salão. A dedicação deles para vencer o campeonato e o preconceito das pessoas é linda.

  • Anjos da Vida

Chorei, chorei e chorei. Ashton Kutcher, como sempre, emociona. Mas esse filme não tem nada de comédia romântica. Ele é aluno de um treinador da guarda costeira. O lema da equipe do cara é “manter os outros vivos”. Não tem como não refletir com esse filme. Um completo ensinamento sobre o valor da vida dos outros.

Bruna Paiva

 

 

Anúncios

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s