Vídeo Novo: Precisamos falar sobre amizades abusivas!

Hoje em dia, todo mundo fala muito sobre relacionamento abusivo. Mas as pessoas normalmente focam em relações amorosas para abordar o tema. No vídeo de hoje eu trouxe o tema da amizade abusiva que é tão importante, mas ainda tão pouco discutida. Precisamos falar sobre isso, sim! Eu já passei por uma amizade assim e tenho certeza que muita gente por aí também. Se você se enxerga em alguma das situações citadas no vídeo, eu espero de coração conseguir te ajudar!

Não esqueçam de se inscrever no canal e compartilhar com os amigos!

Gostou do vídeo? Então, comente, compartilhe e não se esqueça de me seguir nas redes sociais!

Siga @ADemaisblog e @BrunaPaivaC no Twitter

Curta a fanpage do Adolescente Demais no Facebook

Siga @ademaisblog e @BrunaPaivaC no Instagram

Acompanhe BrunaPaivaC no Snapchatwp-1465389060779.png

CLIQUE AQUI PARA VISITAR O ADOLESCENTE DEMAIS NO YOUTUBE

Anúncios

A juventude “perdida” que ainda vai mudar o mundo

wp-1476880047931.jpg

“Essa sociedade está muito alienada!”

“Demais! Fora que as pessoas não conseguem ter empatia umas pelas outras. Sabe? Ninguém se coloca no lugar do outro.”

Foi esse primeiro diálogo que me fez levantar os olhos do livro que estava lendo. Numa das estações de metrô do Centro do Rio de Janeiro, entrou um trio de meninas, com no máximo 14 anos cada uma. As três vestiam calças jeans e a camisa de um colégio de Ensino Médio técnico e público. Mochilas, aparentemente pesadas, nos ombros e cansaço estampado nos rostos.

As três estavam numa discussão política super engajada. Defendiam o direito de cada um ser o que quiser e o dever de respeitar os outros. Discutiam um caso de injustiça que acontecera na escola com algum professor. Não entendi direito o problema, algo sobre a facilidade que as pessoas têm de julgar os outros de forma precipitada, baseadas em boatos sem se aprofundarem no assunto. Mas não consegui mais voltar para minha leitura.

Prestei atenção à conversa mesmo, mania feia, eu sei, mas não consigo viver sem observar tudo à minha volta. Não consegui parar de sorrir enquanto elas permaneceram ali dentro. Em tempos de um mundo tão louco e cruel, talvez a juventude não esteja perdida como muito se pensa e se fala por aí. As novas gerações se mostram cada vez mais engajadas, mais preocupadas em se colocar no lugar do outro e lutar por seus direitos.

É lindo ver meninas tão jovens já tão conscientes e discutindo assuntos importantes. Saí do metrô, naquele dia, feliz. Sorrindo e com uma esperança batendo forte no peito. Todo mundo tem o direito de ser e acreditar naquilo que quiser. E eu acredito, com todo o coração, que os jovens são capazes de mudar o mundo. Que a minha geração e as mais novas estão a cada dia mais conscientes, mais preocupadas em concertar o que está errado para que esse planeta vire, sim, um lugar melhor a cada segundo.

Bruna Paiva

Gostou do post? Então, comente, compartilhe e não se esqueça de me seguir nas redes sociais!

Siga @ADemaisblog e @BrunaPaivaC no Twitter

Curta a fanpage do Adolescente Demais no Facebook

Siga @ademaisblog e @BrunaPaivaC no Instagram

Acompanhe BrunaPaivaC no Snapchatwp-1465389060779.png

CLIQUE AQUI PARA VISITAR O ADOLESCENTE DEMAIS NO YOUTUBE

Ela chorava e eu tentava imaginar seus motivos – VIDEO NOVO NO AR!

Sabe quando você vê uma cena pela metade ou ouve apenas parte de uma conversa e fica louca pra saber o que tá rolando? Pois é, essa curiosidade pela “vida como ela é” sempre me leva a imaginar histórias por aí. E foi assim que, em outubro de 2014, o sofrimento de uma desconhecida captou minha atenção e me levou a escrever o texto “A menina da mesa ao lado”.

No vídeo desta semana eu relembro a situação desse texto e falo um pouco sobre essa minha mania de criar histórias a partir do que observo por aí.

Aproveito pra convidar todo mundo a  participar do projeto do livro Adolescente Demais assistindo ao vídeo de apresentação e  me visitando na plataforma Wattpad. Se gostarem, não se esqueçam de divulgar para os amigos e de deixar a opinião de vocês. É a partir da participação do público que irei selecionar os textos e temas que farão parte da edição física do livro Adolescente Demais.

 Ansiosa pelos comentários, visita e likes de todos vcs por lá!
Obrigada e bjs da Bru!

Gostou do post? Então, comente, compartilhe e não se esqueça de seguir o blog nas redes sociais!

Siga @ADemaisblog e @BrunaPaivaC no Twitter

Curta a fanpage do Adolescente Demais no Facebook

Siga @ademaisblog e @BrunaPaivaC no Instagram

Acompanhe BrunaPaivaC no Snapchat

DESILUSÃO NO PRIMEIRO AMOR – VIDEO NOVO NO AR!

Quem nunca teve um amor não correspondido? Quem já se deixou iludir em nome de uma grande paixão? Pois é, gente. Comigo aconteceu pela primeira vez aos 13 anos e é sobre isso que falo no vídeo desta semana. O tema gira em torno do texto “Obrigada por quebrar meu coração”, que escrevi e publiquei aqui no blog em 2014.

Aproveito pra convidar todo mundo a  participar do projeto do livro Adolescente Demais assistindo ao vídeo de apresentação e  me visitando na plataforma Wattpad. Não se esqueçam de divulgar para os amigos e de deixar a opinião de vocês. É a partir da participação do público que irei selecionar os textos e temas que farão parte da edição física do livro Adolescente Demais.
Ansiosa pelos comentários, visita e likes de todos vcs por lá!
Bjs da Bru!

Gostou do post? Então, comente, compartilhe e não se esqueça de seguir o blog nas redes sociais!

Siga @ADemaisblog e @BrunaPaivaC no Twitter

Curta a fanpage do Adolescente Demais no Facebook

Siga @ademaisblog e @BrunaPaivaC no Instagram

Acompanhe BrunaPaivaC no Snapchat

 

A DIFÍCIL HORA DE DAR ADEUS À ESCOLA – Video novo no ar!

 Oi gente! Corre lá no nosso canal do You Tube pra conferir vídeo novo! Esta semana falo sobre a hora de deixar de vez a escola e a maluquice que é a gente sentir saudades de lá. O papo é inspirado no texto “Um adeus que eu não quero dar”, escrito por mim em julho de 2015, seis meses antes da minha formatura no ensino médio.
Aproveito pra compartilhar com vocês uma  reportagem sobre o livro Adolescente Demais, publicada no blog literário Overshock. A matéria tá muito fofa. Lá eu falo um pouco sobre minha carreira e sobre o projeto do novo livro. 

Overshock

Quero também convidar todo mundo a  participar do projeto do livro, assinando o canal do YouTube do Adolescente Demais e o livro no formato eletrônico, na plataforma Wattpad. Não se esqueçam de divulgar para os amigos e de deixar a opinião de vocês. É a partir da opinião e participação do público que irei selecionar os textos e temas que farão parte da edição física do livro Adolescente Demais. Obrigada!

Bjs da Bru!

Gostou do post? Então, comente, compartilhe e não se esqueça de seguir o blog nas redes sociais!

Siga @ADemaisblog e @BrunaPaivaC no Twitter

Curta a fanpage do Adolescente Demais no Facebook

Siga @ademaisblog e @BrunaPaivaC no Instagram

Acompanhe BrunaPaivaC no Snapchat

O tempo passa, as coisas mudam…

tumblr_le29985tcZ1qdvfsno1_500Ela sempre se sentiu um patinho feio. Aos 12 anos já era zoada na turma por não ter um corpo tão desenvolvido quanto o das outras garotas. Cada vez que alguém zombava de seu cabelo ou aparelho dentário ela tinha vontade de sumir.

As garotas cochichavam e riam quando ela passava. Algumas se aproximavam, fingiam ser amigas e depois juntavam-se às risadas. Aquelas eram as que mais a machucavam. Os garotos a olhavam para depois caírem na gargalhada. O menino por quem ela era apaixonada a desprezou na frente de todos.

Mas o tempo passou. Ela acabou saindo da escola de infância. Os anos correram e ela cresceu. Mas os sentimentos em relação àquela época não mudam.

Ela agora tem 22 anos e está se formando na faculdade de psicologia. Cresceu e virou mulher no tempo certo. O cabelo melhorou, o corpo se moldou em bonitas curvas e não precisa mais do aparelho dentário. Está linda e chama atenção por onde passa. Arrumou até um namorado. Ele tem 25, é lindo e tem planos de pedi-la em casamento.

Hoje à noite, haverá um reencontro daquela turma de dez anos atrás. Ela pensou bastante e resolveu que iria. Chegou ao local marcado, ao lado de seu namorado, e ao ver aquelas pessoas lembrou-se das zoações e do sofrimento na infância. Mas não deixou transparecer. Continuou sorrindo, de cabeça erguida, andando, cumprimentando e apresentando, a todos, o seu companheiro.

Durante a festa, percebeu que, como há 10 anos, ela ainda era motivo de comentário entre aquelas pessoas. Mas dessa vez, era um pouco diferente.

As garotas ainda cochichavam. Mas agora, elas queriam saber por que não eram como ela. Queriam suas curvas, seu corpo, seu cabelo… Os meninos que gargalhavam agora estavam babando. E o garoto por quem ela foi apaixonada, o que a desprezou, bom… acho que ele ficou meio arrependido.

Lá pela metade da festa, ela foi até o banheiro retocar a maquiagem. Por lá, encontrou uma ex-colega de turma. Uma das que fingia ser sua amiga para depois cochichar com as outras. A garota, se olhava no espelho, e disse enquanto nossa protagonista retocava o batom: “Nossa amiga, como você mudou!”

Ela se privou de maiores comentários, manteve a elegância sem conter a ironia dizendo: “ Talvez eu tenha mudado um pouco. Mas estou vendo que você continua a mesma.”

Depois do fim da festa, quando o namorado a deixou em casa, ela se sentia feliz. Como nunca havia se sentido ao lado daquelas pessoas. Sentia que tinha conseguido se livrar de tudo o que a atormentava quando criança. E sentia que aquela noite tinha sido uma vingança perfeita contra tudo o que lhe fizeram dez anos antes.

Bruna Paiva

Pagando calcinha pros amiguinhos do meu irmão

calcinha-a-prova-de-menstruacaoPreciso compartilhar com vocês um tipo de incidente que vive acontecendo aqui em casa porque o meu irmãozinho é desligado. Ele tem 10 anos e vive trazendo os amigos pra brincar no quarto dele. O problema é que ele não me avisa quando vai entrar alguém em casa.

Gente, o calor que faz na minha cidade é insuportável. Muitas vezes, quando eu estou em casa, fico só de calcinha e blusa. O problema é quando os amiguinhos do meu irmão chegam e eu me encontro nesse estado. Cada vez que isso acontece eu tenho vontade de me enfiar num buraco e levar meu irmão junto.

— TI-A-GO,  vem aqui AGORA!

— Fala.

—Quantas vezes eu vou ter que dizer pra você me avisar quando trouxer algum amigo pra casa?

—Iiih… Esqueci.

—É. Eu to vendo que você esqueceu. Só que eu já to cansada de pagar calcinha pros seus amigos.

—Tá, tá desculpa.

— Eu to falando sério. Me avisa. Porque eles já devem conhecer minha gaveta de calcinhas inteira!!!

É impressionante. Ele nunca lembra de me avisar. Volta e meia eu to andando pela casa de calcinha e esbarro com um ser estranho. As crianças devem conhecer todas as estampas… E o pior de tudo é que eu fico tão constrangida que não tenho nem coragem de falar com eles.

Meu Deus, por que esse menino é tão desligado?!

Bruna Paiva

Especial 15 Anos: o importante é aproveitar e curtir a sua festa!

Moraesfoto.com.br681Gente, hoje chega ao fim o nosso Especial 15 Anos. Há exatamente um ano foram comemorados os meus 15 anos.  A festa, como eu não me canso de dizer, foi perfeita. E foi muito bom relembrar, junto com vocês, cada detalhe. Um dos maiores conselhos que posso te dar é que você curta a sua festa. Curta mesmo, divirta-se desde a hora que você acordar até o último segundo da comemoração.

Moraesfoto.com.br043

Fazendo o cabelo no camarim

No dia 26 de janeiro do ano passado, eu acordei bem cedinho para revisar todas as coisas que levaria para o local. Eu e minha mãe fomos junto com a moça que fez nossos cabelos e maquiagens para a casa de festas. Levando os vestidos, guloseimas, lembrancinhas… O que sobrou foi mais tarde com o meu pai e meu irmão.

Quando chegamos na casa, às duas da tarde, percebemos que tinha muuuuuuita gente trabalhando para que tudo desse certo. Mais de trinta pessoas limpando, arrumando as mesas, docinhos, o banner… O topo de bolo já estava lá para meu alívio. Nós fomos direto para o camarim começar os trabalhos. Nossos cabelos começaram a ser preparados às três da tarde. Às cinco, o fotógrafo chegou para fazer as fotos do making off e do salão, que àquela altura já estava lindo…Os arranjos de flores enfeitando cada cantinho do salão.

Moraesfoto.com.br714

Com as minhas amigas na pista de dança

Depois de cinco horas no camarim, saí para fazer as fotos no salão. Primeiro coloquei o vestido branco, que usaria só no cerimonial, para tirar as fotos pousadas. Depois fiz o mesmo com o vestido preto e fiquei com ele até a festa começar. Quando os convidados começaram a chegar, eu já havia retornado pro camarim. Fazia minha mãe me descrever cada um que chegava, mesmo que ela não conhecesse o convidado. Eu só apareci na hora da pequena benção que abriu o salão. Depois daí foi só curtir.

 

PAPO COM FOTÓGRAFO PARA CURTIR A FESTA

Moraesfoto.com.br1515

As bexigas de gás hélio

Na primeira vez que encontrei com o fotógrafo, que também comandou a equipe de filmagens, eu disse pra ele: “ eu não vou de mesa em mesa tirar foto com todo mundo, vou curtir a minha festa”. E foi exatamente o que  fiz. Ele ficou junto comigo a festa inteira e registrou tudo o que eu fiz. Dancei muito até o pé ficar doendo e os cachinhos desmancharem… Curti todos os meus amigos que estavam lá junto comigo num dos momentos mais felizes da minha vida. Na pista de dança, em vez de coisinhas coloridas e pom-pons, distribuí bexigas  de gás hélio em formas de coração, círculo e estrela.

Quando a festa acabou deu uma vontade de voltar no tempo e viver tudo aquilo de novo. A minha festa foi maravilhosa e eu me diverti muito. E espero que você curta a sua tanto quanto eu. Mais uma vez agradeço todos que vieram acompanhando o Especial. Amei, de verdade, relembrar todos os detalhes aqui com vocês. E espero que tenham gostado e continuem acompanhando o blog!

 

AGRADECIMENTO AOS MEUS ANJOS DA GUARDA

Só tenho a agradecer a todos que trabalharam para que tudo desse certo no meu dia. Em primeiro lugar aos meus pais que não mediram esforços para realizar meu sonho. À Glícia (gerente da casa), que fez de tudo antes e durante a festa, junto com o Rodrigo e o Léo (donos da casa), para que nenhum tipo de problema chegasse a mim ou a meus pais sem ter sido resolvido. Ao cerimonialista Ângelo, que ajudou muito na organização da festa e foi essencial para o sucesso do evento. A maquiadora Lenir que fez um trabalho maravilhoso tanto nos penteados quanto na maquiagem. Sem vocês não teria sido tudo tão perfeito.

Moraesfoto.com.br716

DICA: Para o dia da festa a dica que eu dou começa na véspera. Durma cedo e acorde cedo para os preparativos. Muitos salões e hotéis oferecem o dia da debutante, mas se o seu salão tiver um bom camarim, como foi o meu caso, opte por se concentrar ali. Marque com maquiador, cabeleireiro e demais profissionais lá mesmo no seu camarim. Assim você já vai sentindo o clima e ainda pode acompanhar os bastidores da montagem da festa. Não deixe de combinar previamente a forma como você irá receber seus convidados e como você quer as fotos e filmagem. Você é o centro da festa, nada de ficar perambulando de mesa em mesa para cumprimentos e fotos intermináveis. Os convidados é que devem vir até você e seu fotógrafo e cinegrafista têm que ficar espertos para fazer essa cobertura. Mas é claro que não dá para fugir das fotos mais 

Moraesfoto.com.br1526estratégicas, com familiares, padrinhos, primos…Caso contrário seu álbum de fotos ficará incompleto. Contrate um coordenador (os próprios salões costumam disponibilizar um) para fiscalizar o serviço do buffet, a higiene dos banheiros, a entrada dos convidados e demais detalhes. Assim você e seus pais ficam livres para curtir.

Bruna Paiva