Quatro autoras e um livro inesquecível

wp-1453815711245.jpgQuando a Gutenberg lançou o projeto do livro Um Ano Inesquecível eu pensei “que ideia sensacional”. Cresci lendo Thalita Rebouças, adoro a Bruna Vieira, me apaixonei pelo primeiro livro da Babi Dewet e sempre quis ler algo da Paula Pimenta. Eu simplesmente precisava desse 4 em 1; e, como contei para vocês aqui, ele foi uma das minhas aquisições da Bienal do Livro 2015.

Um Ano Inesquecível é uma coletânea de quatro contos, um de cada autora. Cada história se passa em uma estação do ano e a proposta era que fosse uma estação inesquecível, que de alguma forma mudasse a vida dos personagens. As quatro autoras contaram histórias divertidas e que me cativaram.

Todos os contos mexem com amor e adolescência. Só não entendi por que estavam fora da ordem das estações.

O primeiro é o inverno, de Paula Pimenta. Nele, Mabel é a protagonista e está furiosa por ser obrigada a viajar com os pais nas férias do meio do ano. A menina queria passar a folga da escola na casa de uma amiga, mas acaba tendo um inverno inesquecível com a família. Achei o conto um pouco previsível, mas ainda assim adorei a história, principalmente porque me identifiquei com a protagonista. É narrado em primeira pessoa pela própria Mabel e dá para acompanhar bem de perto os sentimentos dela durante todo o inverno!

O outono, de Babi Dewet, é o segundo conto. Nele, Anna Júlia concilia o último ano de escola com o estágio num escritório de advocacia. O conto se passa em São Paulo e, no caminho escola-estágio, Anna sempre cruza com um músico de rua. João Paulo também nota a presença da moça, que para sua surpresa odeia música. O que nenhum dos imagina é que nunca se esquecerão daquele outono.

A Babi arrasou. Foi o único conto que me fez chorar. Pela história e por ter me identificado com a vida corrida da protagonista. Os dramas dela, as inseguranças, muito do que eu passei em 2015. Descobri músicas que eu não conhecia e adorei renovar minha playlist.  Deu para sonhar em conhecer os dois personagens e juro que ia amar se eles ganhassem um livro só deles.

O terceiro conto é da Bruna Vieira e se passa na primavera. Jasmine está quase sendo reprovada em matemática em seu último ano do Ensino Médio. Quando a escola mostra a situação à sua mãe, a menina fica de castigo e é obrigada a ter aulas particulares com o professor a quem odeia. Mas tudo fica muito mais divertido quando ele coloca um de seus alunos da faculdade para dar as aulas em seu lugar.

Adorei o modo como a história corre. A narrativa é bem leve e a personagem principal é incrível. Ela passa por cima de todos os preconceitos e se joga de cabeça naquilo que quer. Gostei do drama e do final bonitinho que me fez sonhar acordada.

O verão de Thalita Rebouças é o último conto. Nele, Flávia acabou de terminar um relacionamento e tenta curtir as férias com as amigas Tati e Kaká. Por meio de aventuras amorosas do irmão de Kaká, o trio consegue ingressos para assistir ao espetáculo do carnaval carioca na apoteose, de camarote. O que elas nem imaginavam era quanta confusão aquele carnaval iria render. Gostei de como as coisas acontecem nesse conto. O texto flui e, quando percebi, já estava no final. A história é engraçada e eu juro que fiquei com pena da protagonista.

As quatro histórias são leves e divertidas. Mas o conto que eu mais gostei foi o da Babi Dewet, achei pouco previsível e simplesmente me apaixonei pelos personagens. O livro é descontraído e uma ótima pedida para ler neste finzinho de verão. Inspira a gente a buscar também a nossa estação inesquecível.

Bruna Paiva

Gostou do post? Então, comente, compartilhe e não se esqueça de seguir o blog nas redes sociais!

Siga @ADemaisblog  no Twitter

Curta a fanpage do Adolescente Demais no Facebook

Siga @ademaisblog no Instagram

Anúncios

Depois dos Quinze… será que tudo vai começar a mudar?

WP_20140122_006Uma garota cria um blog para desabafar sobre suas desilusões amorosas aos 15 anos. Vira febre na internet. E  aos 19 já tem três livros publicados e um dos blogs de maior sucesso entre as adolescentes.

A Bruna Vieira é uma das minhas maiores inspirações no mundo dos blogs. Ela começou o “Depois dos Quinze” com a mesma idade que eu comecei o “Adolescente Demais”. E no último Natal ganhei o primeiro livro dela. Depois de relembrar a minha festa de 15 anos em um especial durante toda a última semana e acabar de completar 16, creio que esse é o melhor livro para a resenha desta semana.

“Depois dos Quinze – quando tudo começou a mudar” traz vários de seus textos que fizeram sucesso no, blog.  São crônicas e contos com os quais qualquer adolescente se identificaria. Eu ri, me diverti, me vi em alguns textos e confesso que até chorei em outros.

download

Depois dos quinze- quando tudo começou a mudar
Autora: Bruna Vieira
Editora: Gutemberg

O que eu acho legal na Bruna é que, além de ter um nome lindo haha, ela escreve com o coração. Ela pega tudo aquilo que está sentindo e traduz organizando em palavras. E isso só faz com que eu me identifique mais ainda com ela.

Em grande parte, os escritos falam sobre amor. Mas nem todos tratam do assunto. Os textos de que mais gostei foram:  ‘O cara do outro lado’, ‘Cinderela e o sapato sem número’, ‘Vértices de um amor’ e ‘A roda-gigante’.  Pequenas histórias ou pensamentos da Bruna que se transformaram em palavras tão gostosas que depois do ponto final vem aquela sensação de quero mais.

O engraçado é que ouvi muita gente falando mal do livro. Dizendo que esperava mais do que só os textos que já tinham passado pelo blog. Mesmo assim, eu adorei o que li, talvez porque já soubesse do que se tratava.

“Depois dos quinze- quando tudo começou a mudar” é uma boa leitura pra quem gosta de amores e dilemas adolescentes.

Bruna Paiva