Boas novidades para a terceira temporada do The Voice Brasil!

Imagem: Reprodução

Imagem: Reprodução

Oii gentee! Como vocês estão? Bom, eu estou super ansiosa. Com o que? Nessa semana volta ao ar, em sua terceira temporada, meu Reality Show brasileiro preferido: The Voice Brasil!

No ano passado eu acompanhei todos os episódios do programa. E torci loucamente por meu candidato favorito, o Sam Alves, que inclusive foi o vencedor da segunda edição! Minha paixão por música e por descobrir novos talentos faz com que eu seja completamente viciada no Reality.

A terceira temporada estreia nesta quinta feira, dia 18/09, e eu é claro não vou perder. Pesquisei e descobri que o programa sofreu algumas alterações. Na teoria gostei das mudanças, acho que na prática pode dar muito certo…

O time de Jurados continua o mesmo: Cláudia Leitte, Lulu Santos, Daniel e Carlinhos Brown. Mas, dessa vez, alguns dos assistentes que entram na segunda fase mudaram. Di Ferrero, do Nx Zero, e Dudu nobre entraram para os times de Cláudia e Lulu, respectivamente.

O apresentador Thiago Leifert nessa terceira temporada será acompanhado pela atriz Fernanda Souza. E o The Voice terá programas exclusivos na web!

E tem mais! Agora vai existir uma “Segunda Chance”, onde ex-participantes que não passaram nas audições às cegas dos anos anteriores poderão tentar mais uma vez. Ah, esse ano os candidatos podem ser menores de idade. A idade mínima para participação é 16, e não 18 como nas temporadas anteriores.

Estou muito, muito ansiosa para a estreia do The Voice Brasil. Amo o programa e tenho certeza de que, com todas as novidades, vai ser ainda melhor que os anteriores!

Bruna Paiva

Siga @ADemaisblog  no Twitter

Curta a fanpage do Adolescente Demais no Facebook

Félix: nem mocinho nem vilão, apenas humano…

Reprodução TV Globo

Reprodução/ TV Globo

Hoje o Brasil inteiro vai parar para assistir ao último capítulo da novela das 21h Amor à Vida. E não dá para negar que a esmagadora maioria quer ver o Félix. O personagem brilhante do Mateus Solano, mesmo com todas as suas maldades, acabou conquistando o público. E isso me intrigou bastante. Tanto que parei para pensar sobre o comportamento do personagem.

Ele começou a novela fazendo as piores maldades e agora tem ajudado a fazer o bem. Mas eu não acho que ele tenha tido um coração ruim algum dia. Acredito na teoria de que cada um de nós nasce completamente puro. E que chegamos ao mundo com um caderninho em branco. Com o passar dos anos, vamos escrevendo por esse caderno. Preenchendo suas linhas. Contando a nossa história.

Algumas das histórias têm um vilão e um mocinho. Porém, ninguém é inteiramente mal ou inteiramente bom. Todos temos os dois lados dentro de nós. Na sua história, você vai sempre ser o mocinho. E o seu vilão vai sempre estar errado. Mas na história dele, talvez o malvado seja você.

Félix é egoísta e mimado. Fez tudo o que fez pensando em seu próprio bem. Não quero dizer que acho certo. Pelo contrário, no início da novela eu o odiava com todas as forças. As coisas que ele fez são imperdoáveis. Mas na história dele, quem sabe, a vilã era a própria irmã. A Paloma que sempre o amou, em sua concepção, era a malvada da situação, que veio roubar-lhe o amor de seu pai e parte de sua herança.

E hoje eu gosto do Félix. Porque ele, assim como todos nós, não é inteiramente mau, nem completamente bom. Mas ele é humano. Erra, se dá mal, erra de novo e parece aprender um pouco com as porradas da vida… Hoje depois do Jornal Nacional, mesmo de férias e fora da minha cidade, faço questão de sentar em frente à TV e torcer para que o Félix, que se mostrou tão humano, consiga seu final feliz…

Bruna Paiva