Você é escravo do seu celular? VIDEO NOVO NO AR!

Oi gente, mais um capítulo do livro ADOLESCENTE DEMAIS acaba de ser publicado lá no Wattpad.  O tema desta semana é dependência virtual. No vídeo, eu apareço comentando dois textos que escrevi sobre o assunto, ambos em 2015. Um é o “Meu Iphone, minha vida” e o outro “Existe vida sem WhatsApp?”O video e os textos são um convite à reflexão. A uma utilização mais racional e menos viral dos nossos smarts. E, principalmente, um alerta para que a gente não perca a capacidade de observar ao redor, de olhar as pessoas nos olhos e de não deixar que a vida se resuma a tirar “selfies” e postar por aí.

Aproveito para convidar também todos para a minha a página do Wattpad (onde cada vídeo é postado com os textos que me servem de inspiração). É  no Wattpad que o ADOLESCENTE DEMAIS está se desenhando como livro. E você pode participar ativamente desse processo, deixando likes, comentários, folheando as páginas já escritas e trocando comentários com outros leitores.

Obrigada pela leitura e audiência cada vez maior!

Beijos da Bru!

CLIQUE AQUI PARA VISITAR O ADOLESCENTE DEMAIS NO YOUTUBE

Gostou do post? Então, comente, compartilhe e não se esqueça de seguir o blog nas redes sociais!

Siga @ADemaisblog e @BrunaPaivaC no Twitter

Curta a fanpage do Adolescente Demais no Facebook

Siga @ademaisblog e @BrunaPaivaC no Instagram

Acompanhe BrunaPaivaC no Snapchat

Existe vida sem Whatsapp?

whatsappOntem, ao chegar da minha colação de grau, abri o Facebook e me deparei com o assunto do momento: a pausa no Whatsapp. Não fazia ideia do porquê do alvoroço que se estendia ao Twitter e todos os sites de notícia. Foi um dia corrido e não tive tempo de abrir a internet antes. Em cinco minutos descobri o que causava tanto reboliço nas redes sociais. Por uma ação judicial, o Whatsapp seria bloqueado durante 48h em todo o Brasil (o que não se concretizou, a agitação foi tanta, que em 12 o aplicativo já havia sido liberado).

Quero deixar bem claro que não concordo com a “punição” determinada pela justiça brasileira. Até porque, o bloqueio do aplicativo, às vésperas da minha festa de formatura, quando ainda preciso resolver algumas coisas à distância, também me prejudicou. Por mais que fosse uma investigação importante, é de praxe para a empresa não quebrar o sigilo de seus clientes. Não acho correto os usuários, que nada têm a ver com a questão política, saírem no prejuízo. Entretanto, fiquei realmente assustada com o completo desespero que vi entre meus amigos e dentro de minha casa.

Para começar, há três anos ninguém usava Whatsapp. Não seria tão difícil assim voltar para o SMS ou o Messenger do Facebook, que é mega funcional; ou mesmo o extinto MSN, que eu amava e ainda acho um crime que tenhamos abandonado. Ah, existe uma coisa chamada telefone, a principal função do seu celular inclusive, dá para se comunicar por lá também. E outra: seriam só 48 horas. Talvez seja difícil de aceitar, mas acreditem, existe vida além da tela do celular.

Será que realmente é preciso tamanha inquietação por dois dias sem um aplicativo que nem estava em nossas vidas há quatro anos? Depois de algumas horas sem nenhuma notificação de Whatsapp, alguns pensamentos me vieram.

Lembrei que, quando eu era pequena, fazia minha mãe comprar cartões de Natal para entregar aos meus amigos, e sempre recebia um monte deles também. Sinceramente, não me lembro do último cartão de “Feliz Natal e um próspero Ano Novo” que recebi. Tenho esses papeis guardados e sinto falta desse carinho físico. O contato virtual é legal, mas não se compara a uma cartinha com a letra da pessoa. Ou a um abraço daquele amigo que você não vê há tempos.

O mesmo acontece no seu aniversário. Quantas pessoas te mandam cartões desejando coisas boas no seu aniversário? Nenhuma? Bem-vindo ao time. Hoje em dia, poucas pessoas me ligam no meu aniversário. Mas é claro que chovem “Parabéééns, tudo de melhor na sua vida. Bjs”. É claro que eu amo receber recadinhos de aniversário no Facebook, Whatsapp, Twitter, mas nem se compara a emoção de atender o telefone e ouvir a voz de alguém especial te desejando os parabéns.

É engraçado como os grupos estão sempre lotados de mensagens, mas quando é para se reunir na vida real, criamos mil dificuldades. Parem e pensem, pessoal, será que 48 horas sem esse aplicativo seriam realmente tão sacrificantes? E se o Whatsapp ou as redes sociais acabassem pra sempre, sua vida iria junto? Será que realmente precisamos de tanto desespero por um recurso que, repito, há quatro anos não nos fazia falta?

Se as coisas continuarem nesse rumo, eu realmente tenho medo do que pode acontecer se um dia essa “vida” virtual vier abaixo…

Bruna Paiva

Siga @ADemaisblog  no Twitter

Curta a fanpage do Adolescente Demais no Facebook

Siga @ademaisblog no Instagram

Com o melhor amigo no whatsapp

smartphone-593347_640

Renata(12:04): Vou chorar. Não aguento mais isso.

Marcelo(12:04): Que foi que o babaca fez agora?

R(12:05): Não chama ele assim…

M(12:06): Tá. Que foi que o fofo do Roberto fez dessa vez?

R(12:08): Ele é um idiota

M(12:08): Foi o q eu disse

R(12:11): Pq é que eu não te escuto, hein?

M(12:13): Ahahah já cansei de tentar responder isso, meu amor. Te falei pra não voltar com ele. Mas me diz, qual foi a da vez?

R(12:15): Hj ele tava lá cheio de gracinha pra cima da Márcia. Eu sou louca por ele, amo aquele garoto. Mas não dá mais. Chega dele me provocando e conseguindo me pegar quando quer. E dessa vez é sério!

M(12:15): Sei… Da outra tbm não era?

R(12:17): Olha só, se for pra ficar me zoando nem precisa falar nada.

M(12:17): Ihh, é TPM, é? Rlxa aí, gata. Tô só brincando. Mas vê se agora se escuta, já que a mim vc ñ dá muito crédito…

R(12:18): Vou mesmo, não aguento mais chorar por esse idiota. Mas e vc? Foi na festa da Paulinha ontem?

M(12:18): ahahahhaa voltei bebaaaço

R(12:19): Kd a graça, gente? Amanda liberou, é?

M(12:19): Ela ñ sabe que eu fui

R(12:20): Vish… Pegou quantas?

M(12:25): Nenhuma, juro.

R(12:28): Ahaaam, finge que me engana que eu finjo que acredito. Deixa eu ver, Vanessa, Clara e Mariana?

M(12:30): kkkkkkkkkkkkk só esqueceu da Ana Maria e da Juju.

R(12:33): Cinco?! Coitada da Amanda… Pra que namora desse jeito?

M(12:34): Amanda ñ é minha namorada

R(12:36): Então conta isso pra ela. Pq a garota acha que é.

M(12:37): Aí eu já ñ tenho culpa.

R(12:42): Aff. Você é babaca igual a todos os outros. Por que é que nenhum homem consegue prestar hein? Vcs são uma raça que eu vou te contar… Desse jeito é até melhor virar lésbica.

M(12:49): Renata, para de falar merda. Ñ tenho culpa q o teu ex te deixou assim, ok? E pfvr, não me compara ao viadinho do Roberto. Faz o seguinte? Veste uma roupa, que eu sei que cê tá só de calcinha, desliga o Ed Sheeran e vai ouvir Anitta pra parar de mimimi. Tô chegando aí com cerveja e sorvete de creme, ok?

R(12:56): Como é que vc sabe que tá tocando Ed?

M(13:00): Desliga essa porra e vem aqui abrir pra mim que o sorvete tá derretendo e a cerveja já tá quente.

Bruna Paiva

Siga @ADemaisblog  no Twitter

Curta a fanpage do Adolescente Demais no Facebook

Siga @ademaisblog no Instagram